Categoria I - Rodney Mutter B.Sc., D.C. | Doutor em Quiropraxia

Categoria I

Técnica Sacro Occipital

A técnica sacro occipital (S.O.T.) é assim chamada devido à relação entre o sacro (base da coluna) e o occipício (base do crânio). Estas duas áreas atuam como pontos de âncora para a membrana (duramáter) que cobre o cérebro e a medula espinhal. Nesta membrana e ao redor do cérebro e da medula espinhal está o líquido cerebroespinhal (Líquor).

No corpo humano ocorre uma função muito especial que é absolutamente essencial para uma boa saúde. Trata-se da circulação do líquor por todo o sistema nervoso. Um minuto de movimento rítmico regular entre o occipício e o sacro faz com que o líquor circule do redor do cérebro e da medula espinhal e ao longo de todo o sistema nervoso.

Este é o sistema circulatório do cérebro e da medula espinhal e sua função tem importância vital para uma saúde perfeita. Isto é chamado de mecanismo da bomba do sacro.

As categorias I, II, e III indicam ao quiropraxista os tipos fundamentais de disfunção que ocorrem no corpo humano, ocasionando interferências ao sistema nervoso e deteriorando a saúde.

Coluna e Pélvis

A pélvis é formada por dois ossos do quadril (os ossos ilíacos) e o osso triangular no meio chamado sacro. A junção do sacro e do osso ilíaco é chamada articulação sacroilíaca.

O sacro forma a base da coluna, que por sua vez suporta o crânio. Esta estrutura esquelética oferece proteção ao cérebro e à medula espinhal.

Os Músculos

Os grupos musculares envolvidos na categoria I emergem desde a pélvis – particularmente do sacro até o occipício. Estes músculos oferecem apoio ao mecanismo da bomba sacro occipital.

Estresse

Quando o corpo perde sua capacidade de compensação e adaptação aos estresses da vida, pode desenvolver-se a síndrome da categoria I.

Categoria I

O fenômeno da categoria I ocorre quando as articulações sacroilíacas se desalinham (subluxadas), movendo um quadril para frente e outro para trás. O sacro gira e a bomba do sacro perde sua função rítmica. A fotografia da capa mostra a distorção da dura-máter ao redor do cérebro e da medula espinhal como resultado da pélvis de categoria I.

Coluna Assimétrica

A assimetria da coluna resulta em rotação da pélvis e a linha dos ombros inclina-se contralateralmente à inclinação da cabeça. Esta distorção evita que o líquor flua livremente. A bomba do sacro torna-se instável e desequilibrada, deixando de circular a quantidade necessária de líquor ao redor do cérebro e da medula espinhal. Isto resulta em falta de nutrição, aumento de toxinas e um nível diminuído da função nervosa ao redor do corpo.

Como sabemos, o sistema nervoso controla as funções de todos os tecidos, órgãos e sistemas do corpo, e conseqüentemente os sintomas da categoria I podendo incluir os seguintes:

  • Algum distúrbio visceral
  • Transtornos na pele
  • Dormência das estruturas faciais
  • Dormência das extremidades
  • Insônia
  • Dor na parte inferior das costas
  • Dores de cabeça
  • Nervosismo
  • Problemas de pes

Tensão do Calcanhar

Quando o mecanismo da bomba do sacro está desequilibrado, o corpo se adapta, impossibilitando o movimento normal de um calcanhar. O quiropraxista utilizará esta tensão do calcanhar como um indicador de que o sacroilíaco está envolvido.

Fibras Occipitais

As fibras occipitais são pequenos nódulos situados na parte posterior do crânio (occipício), produzidos pelo estiramento do músculo quando a pélvis gira. A área mais dolorida ou principal é um reflexo de um nível específico da coluna, que indica que existe uma subluxação vertebral. O quiropraxista tratará de neutralizar a subluxação friccionando o nódulo na cabeça seguido de um suave ajuste das vértebras implicadas.

Correção da Categoria I

Ao corrigir uma subluxação de categoria I, o quiropraxista utilizará dois blocos, que colocará embaixo da pélvis em uma posição designada e deixará o paciente de bruços por aproximadamente seis minutos a fim de permitir que o peso do corpo e o movimento respiratório recomponham as articulações sacroilíacas e restabeleçam o mecanismo da bomba do sacro para que volte a circular o líquor.

Cuidado Quiropráxico

O quiropraxista é uma das poucas pessoas na área da saúde que está qualifi cado para estabilizar a coluna e a pélvis, e restaurar o equilíbrio normal do mecanismo da bomba do sacro. Siga os conselhos e as instruções cuidadosamente, a fim de obter o máximo benefício de seu cuidado quiropráxico.

Cuidado em Casa

Reserve uma parte especial de cada dia para um completo relaxamento físico e mental. Isto é importante tanto para o restabelecimento como para a manutenção de uma saúde normal.

Ao sentar-se, escolha uma cadeira que tenha a firmeza adequada para acomodar seu peso confortavelmente, e sente-se sempre reto. Evite cadeiras muito macias ou excessivamente estofadas. Cadeiras reclináveis são aceitáveis se forem fabricadas de maneira que as costas possam reclinar em uma posição reta normal.

Cruze as pernas somente pelos tornozelos, não pelos joelhos. Ao sentar com as pernas cruzadas pelos joelhos pode-se agravar uma condição existente nas costas, além de interferir na circulação dos membros inferiores.

  1. Durma o suficiente, a fim de permitir a recuperação e reparação do corpo.
  2. Durma sobre um colchão firme, preferivelmente não muito, nem muito macio, mas somente firme o suficiente para acomodar o nível do corpo e ao mesmo tempo macio para que os ombros, as nádegas, etc., afundem no colchão.
  3. O travesseiro não deve ser demasiadamente alto, nem baixo. O travesseiro ideal é aquele que suporta a cabeça de forma que as vértebras da nuca estejam no mesmo nível que o resto da coluna. Evite dormir com dois travesseiros, nunca deite no sofá com sua cabeça sobre o apoio para os braços.
  4. Durma de costas ou de lado com as pernas ligeiramentre flexionadas. Evite dormir de bruços. Quando trocar de posição levante a cabeça do travesseiro.
  5. Levante-se da cama virando de lado e tirando as pernas da cama. Então impulsione o corpo com os braços até sentar, a fim de reduzir o esforço sobre as costas.
  6. Não leia nem assista TV na cama, especialmente com a cabeça elevada a um ângulo agudo ou que cause tensão.
  7. Não durma sentado em uma cadeira ou espaço apertado. Deitese na cama quando for hora de dormir.

Se você tem alguma dúvida sobre qualquer etapa de cuidados com a saúde, pergunte ao seu quiropraxista.