CELEBRAR A VIDA - Rodney Mutter B.Sc., D.C. | Doutor em Quiropraxia

CELEBRAR A VIDA

Recentemente perdi três pacientes que, naturalmente, eram também meus amigos. O choque imediato que sentimos é marcante e, apesar de não ter um manual para nos guiar, os passos a seguir nestes momentos são muito parecidos uns com os outros.

Não existem palavras para quem era próximo e nos sentimos até constrangidos em tentar consolar alguém sabendo que nada do que falarmos ajudará neste momento. É muito fácil se perder no vazio que a falta cria e às vezes, esquecemos de agradecer o tempo que dividimos com essas pessoas, devido ao nosso sofrimento atual.

Apesar de presenciar toda esta emoção, uma coisa que me passa em mente quando perco alguém próximo, é algo muito simples, “celebrar a vida”.

Tudo o que acontece na vida faz que com que a gente valorize o outro lado. Um bom dia de chuva faz apreciar mais o sol. Cada estação do ano me deixa com gosto para a próxima, e a morte me faz querer celebrar a vida. A lembrança de que meu tempo aqui é curto me faz agradecer cada dia da minha vida e desfrute o máximo as oportunidades que estão em meu caminho.

Toda noite deito com meus filhos, para que eles possam dormir. É um hábito que me faz muito bem, e o dia sem essa rotina termina com algo em aberto. Quando deito ao lado deles, passo diariamente pelos mesmos pensamentos. Primeiramente, lembro tudo que se passou durante o dia e imagino o que poderia ter feito melhor para eles, para mim e para os outros. Depois imagino o futuro deles, e tento adivinhar como eles serão. Rezo pela felicidade e saúde deles, mas nada que penso garantirá a eles um caminho sem obstáculos.

Entre meus desejos para eles, está incluído que eles curtam cada momento, entendam a importância de tudo que enfrentam para o seu crescimento, sejam felizes, sintam-se amados, vivam uma vida longa e cheia de alegrias, mas acima de tudo, desejo que eles sempre celebrem suas vidas.

Para quem está sofrendo, reconheço a importância de se expressar nestes momentos. Isso também faz parte da cura. Também reconheço a necessidade em algum momento de voltar e desfrutar o máximo cada dia que lhe resta, e descobrir tudo ao seu redor que vale a pena celebrar hoje.
Para todos que perdemos, vamos lembrá-los da melhor maneira possível, celebrando diariamente a nossa vida, crescendo a cada dia mais e realizando todos os nossos sonhos.

4 respostas para “CELEBRAR A VIDA”

  1. anete kruger disse:

    O texto retrata a pessoa maravilhosa que és! Sim, não existem palavras que consolem uma perda mas o simples compartilhar sentimentos e emoções bastam. Amigos são todo apoio que se precisa. Será que vamos chegar a entender a morte?

  2. Adriana Schemes Gusmão disse:

    Adorei. Muito verdadeiro. É tão simples…celebrar a vida! Pensa que normalmente complicamos o que deveria ser simples…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *