EQUILÍBRIO - Rodney Mutter B.Sc., D.C. | Doutor em Quiropraxia

EQUILÍBRIO

Queixas da coluna são geralmente o que faz as pessoas me procurarem. Mas é fácil enxergar o que está atrás da dor.

Somos seres emocionais, vivemos em um mundo muito acelerado e nosso ambiente tem cada vez mais estímulo. Sentimos pressão em nossa vida profissional, pessoal, social e, muitas vezes, perdemos nossa identidade, devido aos papéis que outras pessoas criam para nós. A proposta de nossos compromissos, conquistas, desafios e também os fracassos é guiar cada indivíduo no seu caminho, a fim de se conhecer melhor e desfrutar e evoluir o máximo dentro do propósito da sua vida.

Para mim, uma das melhores sensações nos últimos tempos, foi simplesmente quando entendi e aceitei curtir cada passo no meu caminho nesta vida. Meu avô sempre dizia para mim: valorize cada experiência em sua vida; entenda a importância e a necessidade de passar por esses momentos para evoluir, mas nunca repita o que passou. Tanto o bom, quanto o ruim. O que passou, passou.

Atualmente estou tentando equilibrar minha vida pessoal e profissional. Entendo muito bem o valor de ambas em minha vida e a importância de uma para a existência da outra. O tema principal dos últimos tempos é equilíbrio entre pai, marido, quiropraxista e, ao mesmo tempo, manter uma autonomia no meu caminho pessoal.

Não existe nada tão profundo como quando penso na sensação de participar intimamente na vida da minha esposa, dos meus dois filhos e dos meus pacientes, sabendo que eles precisam de mim e que preciso deles para crescer e manter o equilíbrio.

Porém, quando me dedico demais às pessoas, ocorre um conflito muito grande dentro de mim, devido ao fato de eu perder a minha autonomia, gerando um desequilíbrio entre a minha integridade pessoal, física, emocional e espiritual e, como conseqüência, eu perco a minha capacidade de ajudar os outros.

Não sou o marido ou o pai que imaginava que seria, mas tenho orgulho da maturidade que tenho em filtrar o que era sonho de menino e o que é correto na minha vida atual.

Acredito que um dos fatores que dividem pessoas saudáveis de pessoas que vivem com sintomas e doenças, é simplesmente a humildade e a maturidade em ser vulneráveis e sinceras consigo mesmas, e de agir ou não, de acordo com o que você se identifica.

Entenda que somos todos seres humanos, cada um com sua proposta nesta vida. Encare com coragem os elefantes no seu caminho e valorize estes desafios. Compreenda a importância de tudo para seu crescimento e reconheça que cada conquista faz com que você valorize mais a sua existência.

Agradeça a Deus por tudo o que você é e por tudo que ainda possa ser. Saiba quando pedir ajuda e quando a ajuda depende de ti. Lembre-se que a ajuda somente terá valor se você estiver a fim de trabalhar. Se tudo na vida fosse de graça, a vida não teria objetivo, mas cuidado para não gerar
trabalho desnecessário.

Hoje, agradeço a minha família e aos meus pacientes, por tudo que é proposto para mim e a todos os compromissos diários que me fazem entender melhor a pessoa que sou e meu papel verdadeiro aqui entre vocês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *